O que é pedagogia hospitalar?

Posted on

Você está pensando em cursar pedagogia? Então precisa conhecer uma área muito interessante para atuar depois de formado em pedagogia ead: a Pedagogia Hospitalar. Fique sabendo que o mercado de trabalho para pedagogia não se restringe ao ambiente escolar. É possível seguir carreira também em hospitais e fazer a diferença na vida de crianças e adolescentes em tratamento.

Mas é preciso ficar atento depois de formado em uma faculdade de pedagogia, é preciso saber que a pedagogia hospitalar não se trata apenas em ampliar o espaço da sala de aula. Esse ramo da pedagogia gera diversos outros benefícios para os envolvidos no processo de hospitalização do paciente.

Inicialmente, quando falamos em tudo sobre pedagogia podemos definir a Pedagogia Hospitalar como aquela que leva o ensino e a aprendizagem a crianças e adolescentes impedidos de frequentar a escola por razões de saúde. Nesse caso o pedagogo, seja formado em pedagogia a distância ou presencial, tem o objetivo de garantir que essas crianças e jovens não sejam prejudicados nos seus estudos.

Por exemplo, pense na situação de haver um adolescente que sofreu um acidente e se encontra hospitalizado, com a mão que ele usa para escrever fraturada. Sem poder usar a mesma nos meses que passar no hospital fazendo tratamento, ele pode acabar perdendo o ano escolar. Então, para ele não ser prejudicado e conseguir acompanhar a sua turma, entra em cena um pedagogo hospitalar.

Dessa maneira, os profissionais que atuam no hospital entram em contato com o médico responsável, com a família e com a escola para iniciar as atividades pedagógicas com o adolescente internado. Como o jovem está com a mão dominante imobilizada, ele precisará aprender a escrever com a outra mão. Ao saber disso, o professor e o pedagogo hospitalar desenvolvem atividades adequadas para ele adquirir essa habilidade e conseguir realizar as mesmas tarefas que seus colegas de turma durante o período em estiver internado.

Fique sabendo que se você pretende atuar como pedagogo hospitalar existem oportunidades para trabalhar tanto em hospitais públicos e como em hospitais privados. Depois de contratado é possível realizar atendimento pedagógico a pacientes com problemas de saúde em ambiente hospitalar ou domiciliar. Mas, para seguir carreira na rede pública, será necessário prestar um concurso público, seja para trabalhar em um hospital municipal, estadual ou federal. Por outro lado, para atuar na rede privada, você precisa participar do processo seletivo interno do hospital.

Podemos afirmar que existem duas principais carreiras em Pedagogia Hospitalar: o Pedagogo Hospitalar e o Professor Hospitalar ou Domiciliar. A seguir vamos falar sobre cada uma delas:

  1. Pedagogo Hospitalar: este profissional é responsável pela ponte entre o hospital, a equipe pedagógica, o paciente, os familiares, a secretaria de educação e a escola onde a criança ou adolescente está matriculado. Ele trabalha diretamente no hospital e é encarregado de consultar o médico para confirmar se o paciente está apto para receber atendimento pedagógico; conversar com a família sobre o atendimento pedagógico ao paciente-aluno; coordenar e acompanhar as equipes de professores que irão realizar atendimento hospitalar e domiciliar; avaliar se as atividades sugeridas estão adequadas ao paciente; selecionar e organizar os materiais usados nos atendimentos pedagógicos; incentivar a integração dos professores hospitalares; e por fim acompanhar o progresso acadêmico da criança ou adolescente, mesmo depois da alta do hospital para avaliar a efetividade das atividades pedagógicas aplicadas.
  2. Professor Hospitalar ou Domiciliar: este profissional realiza os atendimentos pedagógicos com os alunos em uma sala especial do hospital, ou no leito, ou na brinquedoteca ou na residência da criança ou adolescente afastado por problemas de saúde. É preciso destacar que ele possui as mesmas responsabilidades do professor tradicional; portanto deve ensinar eficazmente, comprovar a evolução acadêmica dos alunos atendidos e ajudar a formar cidadãos.

Entre os principais benefícios da Pedagogia Hospitalar podemos destacar que esse tipo de atividade ajuda a gerar momentos de alegria, fazendo com que as crianças ou jovens se preocupem menos com o tratamento. Existe aumento na autoestima dos pacientes, que passam a entender sua situação atual para colaborarem mais com os pais e profissionais de saúde. As práticas da pedagogia hospitalar ajuda a manter o equilíbrio emocional e psicológico do aluno e de seus familiares e faz com que não existam atraso nos estudos.

Como já mencionamos, para atuar na área de pedagogia hospitalar é preciso ter um diploma de Licenciatura em Pedagogia ou uma pós-graduação em Pedagogia Hospitalar. Só profissionais graduados podem exercer a profissão de pedagogo ou professor hospitalar. E além da formação acadêmica, também é essencial adquirir conhecimentos sobre doenças, rotinas, práticas e técnicas hospitalares para preservar tanto a sua saúde como a do paciente-aluno.

Por fim, você deve prestar um atendimento humanizado, sempre buscando amenizar conflitos que acontecem no período de hospitalização, adotando uma postura positiva diante da situação do estudante. Como você pode perceber ao longo do texto, a Pedagogia Hospitalar é uma área de atuação interessante, que não se resume apenas a ensinar e aprender, ela gera benefícios emocionais e sociais que com toda a certeza ajudam o paciente a continuar estudando.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *