Será que São Paulo aprendeu com a crise hídrica de 2014?

Posted on

São Paulo sofreu uma crise hídrica pior dos último 80 anos em 2014. As 8,8 milhões de pessoas que dependem do sistema Cantareira e do fornecimento da empresa. Neste ano, essas pessoas ficaram sem água em algum momento do dia, o racionamento foi uma forma de economizar a utilização do volume morto (  reserva emergencial do fundo as represas).

Certamente a Sabesp teve alguma culpa porque quando assumiu a administração do sistema novamente em 2004 já sabia que uma população tão grande ficar a depender do Sistema Cantareira era arriscado. Foi então nos primeiros três meses de 2014 que ficou evidente que não se poderia fazer nada além de um racionamento para poder conter o dano causado pela falta de chuvas no Estado.  E não ia adiantar um sistema maior, o que está faltando também é parte da população se conscientizar sobre o consumo de água, renovação e novas oportunidades de consumo sustentável.

142901045

Depois desse susto para grande parte da população fica a ideia de se todos aprenderam a lição. A resposta é: não.  Para ver como isso se reflete em números:  o consumo  de água em São Paulo no ano da crise hídrica era de 67,4 mil litros por segundo. Quando houve o racionamento e não se podia mais gastar senão as torneiras secavam  esse consumo reduziu somente 25% mas foi o suficiente para segurar as pontas. Foram 49 mil litros por segundo nesse momento. Agora, passados dois anos em aproximadamente a ultima contagem hjá apontou para 58 mil litros por segundo,  quase chegando a 59 mil. A queda é de 12% somente, o que mostra que muita gente ainda não entendeu a gravidade do problema.

Não é para gerar uma comoção ou medo, mas a ideia de reuso da água e outras formas precisam ser ensinadas pela Sabesp e outros órgãos competentes para evitar que se gaste mais do que o necessário desse bem necessário a todos. O alerta de seca voltou em 2016 e mesmo assim o reservatório de abastecimento do sistema ainda está com 58,5% da capacidade.


Entenda o que foi a crise hídrica de São Paulo e como o Cantareira está agora

Posted on

Quem viveu a crise hídrica de São Paulo em 2014 sabe que a história não foi muito bem contata. Tudo apareceu como se fosse um problema pontual: a falta de chuva que não deu conta de abastecer os recursos hídricos para toda a população. O Brasil, por ter abundância de recursos naturais principalmente nas regiões que não são secas naturalmente pouco se preocupa com isso. As pessoas não tem a consciência e de economia, afinal, até então a água sempre foi um recurso barato.
No entanto, foi em 2004 que a Sabesp (a empresa de abastecimento de São Paulo) renovou o contrato para administrar a distribuição do recurso hídrico para São Paulo e região além de fornecer serviços de saneamento básico. Apesar de ter um grande nome e ser reconhecida até internacionalmente não percebeu que a estrutura dos reservatórios já estava defasada naquele tempo e precisaria de aumento da capacidade de armazenamento senão em algum momento ia dar problema. Dito e feito.

mundano1
Naquele tempo o plano da Sabesp era de que a cidade ficaria dependente do Sistema Cantareira o que era preocupante, mas possível. Se água dos tanques acabasse seria o caous. Foi o que realmente aconteceu. Em 2014 a chuva não veio e o volume logo ficou muito abaixo, talvez isso fosse viável para uma capital menor. Mas São Paulo tem 8,8 milhões de pessoas que dependem desse sistema, que apesar de grande, não é o suficiente. Veja mais Informações no site da Sabesp.
O Cantareira é um conjunto de represas criado nos anos 1970. Inicialmente a ideia da construção era atender ao rápido crescimento da população que era um fato na época, afinal, a cidade industrial se configurou como uma capital do Brasil abrigando muitos brasileiros que durante o êxodo rural procuravam por melhores condições de vida nas grandes cidades.
No entanto, é claro que o sistema depende de chuvas para permanecer cheio independente de quão grande ele seja. A lição que São Paulo leva disso é que as pessoas precisam realmente de uma educação e não ficar somente na aposta da Sabesp para ampliação dos sistemas, pois as vezes isso não é o suficiente. A abundância de água não depende da administração somente, como da consciência de todos que utilizam o recurso.


Como escapar do cruel destino da calvície/alopecia com simples ações

Posted on

Se você está ficando calvo, é muito mais difícil crescer o cabelo para trás do que é para parar o seu folículos de desaparecer em primeiro lugar está na hora de fazer alguma coisa para prevenir que perda de uma vez por todas os seus fios.  Confira aqui estratégias que funcionam na prevenção da calvíce:

Meditação e Exercício

A razão? O estresse inunda o seu corpo com o hormônio cortisol e, em seguida, a outros níveis de hormônio flutuam em resposta, diz Melissa Piliang, M. D., uma perda de cabelo especialista em Clínica Cleveland.

Se você está predisposto a calvície, isso pode acelerar o processo. Para melhor controlar o seu stress, você pode querer tentar meditação tradicional ou, se isso não é sua coisa, um ativo meditação regime, tais como yoga ou tai chi. Ou apenas comprometer-se a ficar em melhor forma.

Uma 2015 estudo na revista PLOS One descobriu que homens mais velhos com um alto nível de cardio respiratória de fitness lançamento de 42% a menos de cortisol durante todo o dia de impróprios os homens. O hormônio do stress, tem sido associada a todos os tipos de doenças

O Cetoconazol Shampoo

Troque o padrão do shampoo de uma marca com 1 por cento cetoconazol. Ou peça ao seu édico para prescrever a 2 por cento versão. É comercializado como um ingrediente anticaspa, mas há uma sólida investigação cetoconazol é um anti-andrógeno.

Anti-andrógenos bloquear a conversão de testosterona em dihidrotestosterona, hormônio que diminui os folículos capilares.

Massageie o shampoo no couro cabeludo, o passo para fora do fluxo de chuveiro, aguarde de 2 a 3 minutos e enxágue

alopecia-grande

A Vitamina D

Um British Journal of Dermatology estudo relatou que as pessoas com alopecia areata, uma doença auto-imune que causa a perda do cabelo, eram três vezes mais propensos a ser D deficiente como aqueles com cabelo saudável. A vitamina D ajuda o cabelo de reposição de sua fase de crescimento.

Mas não tente assar o seu careca no sol a rampa até a sua vitamina D de produção. Que pode resultar em um problema ainda maior.

 


Entenda o padrão de calvície e como saber se você tem tendências a ficar careca

Posted on

A calvície de padrão masculino está relacionado ao seu genes e hormônios sexuais masculinos. Normalmente segue um padrão de calvície e queda de cabelo na coroa da cabeça, e é causada por hormônios e a predisposição genética.

Cada fio de cabelo que você tem senta-se em um minúsculo orifício (cavidade) na pele chamado de um folículo. A calvície em geral ocorre quando o folículo de cabelo diminui ao longo do tempo, resultando em mais curtos e finos. Eventualmente, o folículo não crescer o cabelo novo. Os folículos permanecem vivos, o que sugere que ainda é possível crescer o cabelo novo.

Sintomas

O padrão típico da calvície masculina começa no couro cabeludo. O fio passa gradualmente para trás (recua) e forma um “M” perto da testa. Eventualmente, o cabelo se torna mais fino, menor e mais ralo, aos poucos  cria um formato de U (ou ferradura) padrão de cabelo em torno dos lados da cabeça.

keramaster-dht-956x478

Exames e Testes

Clássico calvície de padrão masculino é normalmente diagnosticada com base na aparência e padrão de perda de cabelo.

A perda de cabelo pode ser devido a outras condições, como a alopecia androgenética ( Veja aqui  o que é a Alopecia). Isso pode ser verdade se a perda de cabelo ocorre em manchas, você derramou um monte de cabelo, seu cabelo quebra, ou você tem perda de cabelo, juntamente com vermelhidão, descamação, ou dor.

Uma biópsia da pele, exames de sangue, ou de outros procedimentos podem ser necessários para diagnosticar outras doenças que causam perda de cabelo.

Análise do cabelo não é preciso para o diagnóstico de perda de cabelo devido à nutricional ou semelhantes distúrbios. Mas isso pode revelar a substâncias como o arsênico e chumbo.

Tratamento

O tratamento não é necessário se você estiver confortável com sua aparência. Cabelo de tecelagem, postiços, ou a mudança de penteado pode disfarçar a queda de cabelo. Este geralmente é o menos caro e a abordagem mais segura para a calvície masculina.

Medicamentos para o tratamento da calvície de padrão masculino incluem uma série de químicas que fortalecem o fio e mudam a estrutura no couro cabeludo para que possa voltar a aceitar novos fios com mais força burlando os padrões genéticos previamente estabelecidos.


As energias mais utilizadas no mundo

Posted on

Duas perguntas costumam atacar imediatamente nossos pensamentos: Será que vamos ter energia acessível o suficiente no futuro próximo? O que vamos fazer para o longo prazo? As respostas dependem do nosso inventário de fontes. O nosso abastecimento de energia provém de combustíveis fósseis principalmente, com a energia nuclear e fontes renováveis, assim completando o mix. Essas fontes têm origem principalmente em nossa estrela local, o Sol, onde a eletricidade cai em sua própria categoria, tudo isso porque é um portador de energia e não uma fonte primária.

Aqui vamos explorar os prós e contras de cada recurso e olhar para algumas das tecnologias emergentes que poderiam transformar nossa situação energética no futuro. A maior parte da energia que capturamos para uso na Terra se origina nas reações nucleares alimentadas pelo nosso Sol.

energias-renovaveis

Além de dirigir a energia solar fotovoltaica e de fontes térmicas solares, carvão, petróleo, gás natural, biomassa, e até mesmo a energia eólica e hídrica podemos aproveitar para gerar eletricidade, que originalmente derivam seu conteúdo energético dos efeitos da luz solar. Saiba como a nossa estrela local é a fonte de energia final.

39% da energia dos EUA de todas as fontes é usado para gerar eletricidade. Os especialistas preveem um aumento de 11% na demanda de energia elétrica nos Estados Unidos em 2040.

Em 2015, os combustíveis fósseis foram cerca de 81% da energia utilizada nos Estados Unidos, incluindo a energia para gerar a maior parte de nossa eletricidade. Os combustíveis fósseis fornecem a energia a preços acessíveis que precisamos para muitas das funções essenciais para a nossa sociedade. Saiba mais sobre os custos e benefícios de cada uma das fontes de síntese, incluindo as consequências ambientais de manutenção do status quo, tudo isso por meio do Teste Velocidade da Copel.

20% da nossa eletricidade foi gerada por combustível nuclear de 2015. A energia nuclear fornece cerca de 9,5% da oferta total de energia EUA, emitindo muitos gases de efeito estufa, mas que produzem grandemente seu conteúdo.


A Energia no Mundo

Posted on

O consumo mundial de energia é a energia total utilizada por toda a civilização humana. Normalmente é medido por ano, o que envolve toda a energia aproveitada de todas as fontes de energia aplicadas para os esforços da humanidade em toda e cada setor industrial e tecnológica, através de todos os países. Ele não inclui a energia do alimento, e a medida em que a queima de biomassa direta foi contabilizado seja pouco documentada.

Sendo a métrica fonte de energia da civilização, consumo mundial de energia que tem implicações profundas para esfera social-econômico-política da humanidade.

Instituições: como a Agência Internacional de Energia (IEA), a Energy Information Administration EUA (EIA), e o registro Agência Europeia do Ambiente, é de responsabilidade deles publicar dados de energia periodicamente. A melhoria de dados e compreensão do consumo mundial de energia podem revelar tendências e padrões sistêmicos, o que poderia ajudar a enquadrar as questões energéticas atuais e incentivar o movimento no sentido de soluções coletivamente úteis.

top-4

A AIE estima que, em 2013, o consumo total de energia do mundo foram de  9301 milhões de tep, ou 3,89 × 1020 joules, o equivalente a um consumo médio de energia de 12,3 terawatts. De 2000-2012, o carvão que é a fonte de energia com o grande maior crescimento. O uso de petróleo e gás natural, portanto, teve um crescimento considerável, seguido pela energia hidráulica e energia renovável. energia renovável cresceu a um ritmo mais rápido do que qualquer outro momento da história durante este período, o que pode ser explicado, Possivelmente pelo aumento do investimento internacional em energias renováveis. A demanda por energia nuclear foi diminuída, possivelmente devido ao acidente de Chernobyl e Three Mile Islândia.

Todas essas reduções de energia nuclear são feitas para que o mundo se comporte de maneira mais sustentável e sem trazer riscos para os habitantes.


Como dirigir na chuva com segurança

Posted on

Estrada é molhada de manhã e de condução na chuva, pode ser tanto assustador e perigoso.Há uma série de precauções de segurança, incluindo a condução de acordo com as condições. Aqui estão cinco dicas para evitar acidentes. No Brasil o risco de acidentes é ainda maior porque a grande maioria dos territórios são cercados de curvas ou estradas que, por questões geográficas, necessitavam de várias curvas. O resultado disso com chuva molhada é perfeito para um acidente. Por tanto antes de pegar a estrada com chuva lembre-se dos deveres ao dirigir na estrada

dirigir-na-chuva

  1. Diminuir a velocidade

Dirigir em alta velocidade em estradas molhadas pode levar a aquaplanagem fazendo com que os pneus percam o contacto com a estrada e o carro menos controle, em termos de direção ou dos travões.

  1. Dirigir com as duas mãos no volante

Isto dá-lhe o máximo de controle se você tiver a sua vez, desviar ou reagir rapidamente. Ele também diminui as chances de lesões de airbags, em caso de uma colisão.

  1. Evitar bater os freios

Batendo freios pode fazer com que você deslize para a frente. Bater os freios muito duro pode também forçar a água em seu freios, tornando-os menos eficazes.

  1. Ligue os faróis

Se é de dia ou de noite, quando começa a chover, ligar faróis imediatamente. Isto torna mais fácil para outros controladores de ver o seu carro e para você ver o caminho mais clara.

  1. Revezam-se lentamente

Sempre que você tiver uma curva até chegar, sinal cedo e começar a abrandar, mais cedo do que você faria em boas condições.


Detran MG não aderiu ao aplicativo para consulta e desconto de multas

Posted on

O Departamento Estadual de Transito de Minas Gerais foi  uma das instituições que não adotou ao aplicativo que permite a consulta de multas, informações sobre o veículos e que oferece descontos em multas. O conselho Nacional de Trânsito (Contran) aprovou a ideia no último mes e nomeou o sistema  de Sistema de Notificação Eletrônica.

Estas medidas estão sendo tomadas para minimizar a busca pelos locais físicos e também devido a praticidade proporcionada pela operação. Além disso ,muitos departamentos estavam gastando quantias consideráveis com autuações e atrasos na notificação de multa dos usuários. Teve gente que teve a CNH suspensa e, por não ter sido notificado continuou a rodar normalmente.detran

O aplicativo está disponível para Andoid e IOS, no descontos da multa para quem aderir ao aplicativo ganha-se 40% de descontos sobre o valor da multa desde que esta seja paga dentro da data de vencimento. Depois de se cadastrar no aplicativo o usuário consegue também inserir os dados do seu veículo e conseguir ter notificações diretas do celular quando forem aplicadas multas. A infração precisa ter sido autuada pelos Detran, Policia Rodoviária Federal ou pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT).

 

O motivo pelo qual o Detran MG ainda não aderiu ao sistema é, segundo a assessoria de imprensa da instituição, porque o departamento não participou de todos os treinamentos e por isso não poderia administrar a ferramenta sem que gerasse transtorno. A Polícia Rodoviária Federal de Minas Gerais também informou que não teve acesso a informações importantes.

Cerca de 1.600 órgãos estão dispostos a entrar dentro do sistema, mas ainda não se sabe quando o Detran MG embarcará na novidade. Enquanto isso, consulte o site do Detran para realizar os principais serviços.


Benefícios do Trabalhador

Posted on

Quando você tem trabalhadores incríveis a bordo, como você faz para mantê-los? Uma rota boa é oferecer um pacote de vantagens no mínimo decentes.

Alguns proprietários de empreendimento privado erroneamente acham que não podem suportar oferecer vantagens. Em qualquer caso, embora abandonar as vantagens pode ajudar a sua preocupação primária no curto período de tempo na corrida em manter os funcionários do que a lógica que poderia sufocar as chances do seu negócio. Há certas vantagens que os grandes trabalhadores sentem que deveriam ter.

Dirigir o resumo das vantagens é a proteção medicinal, porém muitos candidatos da ocupação adicionalmente pedem um arranjo da aposentadoria, uma proteção da incapacidade e então algum outro tipo de benefício. Diga a estes candidatos que nenhuma vantagem é oferecida e, freqüentemente, os melhores competidores de vôo irão para a entrada.

como_pagar_veles

O lado positivo para esta moeda: Oferecer a vantagem certa, e sua empresa pode simplesmente iniciar o seu desenvolvimento. Dê aos representantes as vantagens que eles estimam, e eles serão mais comprometidos, perderão menos dias de trabalho, estarão menos inclinados a parar e terão maior obrigação de cumprir os objetivos da organização. A exploração demonstra que quando os representantes sentem que suas vantagens são satisfeitas, elas são mais lucrativas.

A lei obriga os gerentes a dar aos representantes certas vantagens. Você deve:

  • Dê tempo aos funcionários para votar, servir em um júri e executar a administração militar.
  • Cumprir todas as necessidades de remuneração dos trabalhadores.
  • Retirar os encargos da FGTS dos salários dos trabalhadores e pagar o seu próprio segmento de funções do governo, fornecendo aos representantes benefícios de aposentadoria.
  • Pagar taxas de desemprego estaduais e governamentais, desta forma dando vantagens aos especialistas desempregados.
  • Contribuir para programas estaduais de desvantagem fugaz nos estados onde tais projetos existem.

E em algumas empresas ainda há também o alimentação pass.


O cartão benefício na Inglaterra

Posted on

Veja só o que o secretário de Trabalho e Pensões, Iain Duncan Smith, do parlamento britânico disse que ajudaria as “pessoas que usam cartões benefícios como outros métodos”.

Os cartões devem ser utilizados para algumas coisas como parte de algumas lojas, e não seria legítimo em lojas de apostas ou fora de licenças.

O plano será inicialmente dirigido em uma premissa deliberada e será focado naqueles com problemas de compulsão.

O supervisor político da direita, Norman Smith, disse que fontes do governo disseram que o movimento foi para ajudar inquiridores com problemas de medicamentos ou bebidas alcoólicas e garantir que esse dinheiro seja bem usado por suas famílias.

As fontes disseram que em uma média de 15 pessoas tiram vantagem em desses cartões para experimentar os efeitos negativos da dependência de medicamentos, por exemplo, enquanto cerca de 25 pessoas vem experimentando dependência de bebidas alcoólicas.

Em seu discurso à reunião conservadora, Duncan Smith disse que as famílias no “mais profundo problema” precisavam de ajuda especial.

“Eu tenho desde há muito tempo visto como isso pode prejudicar as pessoas com o uso excessivo de bebidas alcoólicas ou medicação escravizada, ou mesmo obrigação de emissão, temos de descobrir abordagens para protegê-los e também suas famílias e garantir suas necessidades fundamentais são atendidas.

dinheiro-inglaterra

Isso implica que as vantagens que estão sendo pagas devem ir para apoiar a prosperidade de suas famílias para não sustentar suas propensões prejudiciais”.

Embora os acordos fossem inicialmente julgados, ele disse que confiava que seria “uma mudança … que nós, como governo conservadores, estaremos felizes”.

A idéia de um cartão de vantagem pré-pago tem sido defendida pelo conservador Alec Shelbrooke, que inicialmente apresentou isso em 2013.

Ele pediu que os peticionários sejam impedidos de gastar seu salário semana a semana em coisas que prejudicam seu bem-estar e aumentam o peso relacionado com o dinheiro no saldo.

Gastar em cigarros, bebidas alcoólicas e apostas – o que ele retratou como “produtos triviais, atraentes e prejudiciais” – deve ser banido, ele alegou.