Posicionamento das marcas em relação aos testes em animais

Posted on

coelhos-teste-china-2O site norte americano FEMAIL entrou em contato com todas as marcas da lista de empresas da PETA para perguntar sobre suas políticas de testes de animais no exterior. As respostas abreviadas daqueles que voltaram para nós são as seguintes:

L’OREAL: «Na China, as autoridades reguladoras realizam nos seus centros de avaliação ensaios em animais para produtos cosméticos acabados antes de estes serem colocados no seu mercado. Achamos que esses testes são desnecessários, mas não podemos evitá-los.

AVON: ‘Alguns produtos podem ser exigidos por lei em alguns países para serem submetidos a testes de segurança adicionais, incluindo testes em animais. Nesses casos, a Avon tentará primeiro persuadir a autoridade requerente a aceitar dados de testes não-animais. Isso pode interferir diretamente na maneira como fazer pedido avon ou no geral.

REVLON: “Nós acreditamos que as mulheres devem ter a oportunidade de se expressar através da maquiagem, então vendemos nossos produtos em muitos mercados ao redor do mundo e, como tal, estão sujeitos às regras e regulamentações locais. Revlon está em conformidade com todos os regulamentos nos países onde os nossos produtos são vendidos. ”

MAX FACTOR e OLAY (de propriedade da P&G): “Nós não queremos testar nossos produtos ou ingredientes em animais em qualquer lugar do mundo, a menos que exigido por lei. Vamos continuar a desenvolver novos testes alternativos não-animais e trabalhar com reguladores em todo o mundo para obter esses novos métodos aceitos como padrão, que é a única solução para acabar com testes de animais globalmente.

BENEFIT: “Benefit continua a apoiar fortemente e favorecer testes alternativos e está empenhada em seguir todas as leis e regulamentos de testes animais, a fim de garantir a segurança dos nossos produtos para o consumidor final.

CLARINS: “Como uma empresa global, estamos empenhados em fornecer nossos produtos e serviços aos nossos consumidores onde eles vivem e para fazer isso, temos de cumprir todos os requisitos legais onde fazemos negócios. Alguns países, infelizmente, ainda exigem testes em animais, a fim de validar a segurança dos ingredientes cosméticos em produtos.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *